Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  Agência Espacial ...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora  
  Formação   Geral   Incentivos   Incubadora   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Agência Espacial Europeia lança incubadora de empresas em Portugal
 

O Instituto Pedro Nunes vai gerir e implementar em território nacional o centro de incubação de empresas da Agência Espacial Europeia (ESA). O objetivo é apoiar empresas que apliquem tecnologia do Espaço na Terra em setores como saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana.



Do Espaço para a Terra: alguns casos de sucesso de empresas portuguesas

A empresa portuguesa Active Aerogels desenvolveu um aerogel inovador para isolamento de naves espaciais que pode ser eficazmente aplicado, por exemplo, no isolamento térmico de oleodutos (Aeroflex).

A CRITICAL Software também concluiu com sucesso uma técnica de transferência de tecnologia espacial para o setor automóvel (csXception4Aut), que tem como objetivo aumentar a confiabilidade, acessibilidade e segurança dos carros do futuro.



A participação de Portugal na ESA

Portugal é Estado-Membro da ESA desde novembro de 2000. O estudo de impacto sobre a participação de Portugal na ESA indica que cerca de 60 empresas e perto de 20 universidades portuguesas desenvolveram já projetos com a Agência Espacial Europeia, num total de contratos para Portugal que ultrapassam os 90 milhões de euros. O investimento português nos programas da ESA é caraterizado por um fator multiplicador de 2: por cada um milhão de euros investido nestes programas é gerado um retorno de dois milhões de euros para o setor espacial português.

Sabia que um software usado para processar imagens tiradas por satélites do Espaço está agora a ajudar os médicos a estabelecer um método simples para estudar a doença de Alzheimer? E sabia que, também a partir de tecnologia desenvolvida para o Espaço, a portuguesa CRITICAL Software desenvolveu um sistema para melhorar a visualização de endoscopias cirúrgicas?

A partir do próximo dia 5 de novembro, passa a existir em Portugal o Business Incubation Center da Agência Especial Europeia (ESA BIC Portugal), que visa promover a criação de startups no domínio da transferência de tecnologia espacial para outros setores, como saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana.

Nos próximos cinco anos, com um investimento de cerca de oito milhões de euros, o ESA BIC Portugal prevê apoiar até 30 empresas e criar 120 novos postos de trabalho. Este programa é gerido por um consórcio liderado pelo Instituto Pedro Nunes e que envolve o Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e a agência DNA Cascais.

Carlos Cerqueira, diretor do Departamento de Inovação do Instituto Pedro Nunes considera que “este programa tem características únicas, dado promover o surgimento de startups baseadas em tecnologias state-of-the-art já testadas em aplicações espaciais, que dotam estas empresas do potencial para criar inovações disruptivas e talhadas para mercados globais”.

O lançamento do ESA BIC Portugal e da Plataforma Embaixadora do Programa de Telecomunicações da ESA (o programa ARTES) realiza-se no âmbito do 5ª Fórum Português do Espaço, no dia 5 de novembro, quarta-feira, a partir das 09h30, no Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações, em Lisboa.

É um evento organizado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, em conjunto com o Instituto Pedro Nunes, a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica - Ciência Viva e a Agência Espacial Europeia. O programa pode ser consultado aqui.
 
Inserido em 29-10-2014
Temas relacionados <Geral>  <Incubadora>  <Transf. Tecnologia e PI