Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  COTEC Portugal e ...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora  
  Formação   Geral   Incentivos   Incubadora   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
COTEC Portugal e a Unicer firmaram um protocolo para a atribuição anual de um prémio para incentivar a inovação empresarial no país
 
O “Prémio Produto Inovação: COTEC – Unicer” foi apresentado esta quarta-feira, no Porto. O galardão visa distinguir as empresas portuguesas e estrangeiras, excepto empresas que operam no sector das bebidas, que operam em Portugal, que apresentarem os produtos mais inovadores.

Segundo o presidente da direcção da COTEC Portugal e presidente do júri, Artur Santos Silva, “este prémio visa promover a cultura de inovação em Portugal". "Esta iniciativa vai ter uma duração de três anos. No final deste período iremos fazer um balanço sobre a evolução da inovação das empresas”, afirmou.

António Pires de Lima, presidente da comissão executiva da Unicer e vice-presidente do júri, salientou que o prémio vai “estimular uma cultura de criatividade, apresentando produtos que se destingem pela sua inovação”. “Pretendemos com este prémio acabar com alguns estigmas e incentivar uma filosofia de gestão voltada para a inovação”, referiu.

O “Prémio Produto Inovação: COTEC – Unicer” vai ter um valor de 10 mil euros, que vai ser materializado numa peça de arte. O vencedor do galardão será conhecido entre Maio e Julho, durante a Assembleia Geral da COTEC, e contará com a presença do Presidente da República. As candidaturas das empresas ao prémio têm de ser apresentadas até ao final de Abril.

Pires de Lima referiu que no território nacional “apesar dos progressos registados em anos recentes, o contributo das empresas para o esforço de investigação, desenvolvimento e inovação é ainda baixo, em comparação com muitos outros países desenvolvidos, em particular europeus.”

O júri analisará as características inovadoras do produto, a sua inserção numa estratégia global de inovação da empresa, o cumprimento de regras de segurança, a viabilidade económica do produto e a sua sustentabilidade ambiental.

Composição do júri:
Carlos Zorrinho, coordenador do Plano Tecnológico e do PNACE 2005-08;
Fernando Seabra Santos, reitor da Universidade de Coimbra e presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas;
Francisco Pinto Balsemão, presidente do Grupo Impresa;
Lino Fernandes, presidente da Agência de Inovação, e Luís Filipe Costa, presidente do IAPMEI.

Fonte: JPN
 
Inserido em 04-04-2008
Temas relacionados <Geral>  <Prémios