Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  Região Centro lid...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora  
  Formação   Geral   Incentivos   Incubadora   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Região Centro lidera em Portugal investimento na inovação tecnológica de empresas
 
A Região Centro lidera em Portugal o investimento na inovação tecnológica de empresas e na captação de incentivos, defendeu hoje o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

"Diria que a Região Centro está a puxar pelo país", declarou à agência Lusa o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), acrescentando que essa dinâmica supera até a da própria Região Norte.

Segundo Alfredo Marques, "há um dinamismo empresarial como nunca tinha havido até hoje, desde a adesão à União Europeia".

Precisou que o investimento na Região Centro, na inovação tecnológica de empresas, é de mais de mil milhões de euros, contra 670 milhões do Norte.

Em termos de incentivos atribuídos no país a Região Centro, absorveu 38 por cento (cerca de 337 milhões de euros) e a Região Norte 32 por cento (287 milhões de euros), acrescentou, no termo de um reunião da Comissão de Acompanhamento do Mais Centro - Programa Operacional Regional do Centro 2007/2013.

Em 2009, foram já aprovados na Região Centro 700 projectos das 1.400 candidaturas admitidas, com um valor de incentivos de 410 milhões de euros, fundamentalmente em incentivos às pequenas empresas, para centros escolares e na regeneração urbana.

Segundo Alfredo Marques, foram também contratualizados com associações de municípios 470 milhões de euros de incentivos para projectos.

Quanto aos centros escolares, foram aprovados 121 projectos, num total de 150 milhões de euros de incentivos mas a Comissão espera aprovar dezenas de outros, em breve.

Na regeneração urbana foram atribuídos 190 milhões de euros para 50 centros urbanos, cerca de metade dos existentes na Região Centro.

O presidente da CCDRC adiantou que as verbas previstas para os eixos de financiamento para os centros escolares e regeneração urbana já foram esgotadas mas a Comissão continuará a receber candidaturas porque irá conseguir reforçar essas rubricas.

Ao nível dos classificados como "Grandes Projectos", a Comissão de gestão do programa já aprovou 42 milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) para o novo Hospital Pediátrico de Coimbra e já foi notificada a Comissão Europeia, que terá de autorizar a atribuição, numa decisão que deverá demorar cerca de meio ano.

Alfredo Marques adiantou que ainda não foi entregue a candidatura a financiamento do que se poderá classificar como um outro "grande projecto", o metropolitano ligeiro de superfície do Mondego.

No entanto, acrescentou, esta candidatura tanto poderá ser apresentada a uma linha de financiamento nacional como regional.

Fonte: Expresso online
 
Inserido em 20-06-2009
Temas relacionados <Geral>  <Incubadora>  <Transf. Tecnologia e PI