Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  O detergente que ...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora  
  Formação   Geral   Incentivos   Incubadora   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
O detergente que não “se engana” - Investigador português vence concurso de ideias mundial com produto ‘inteligente’
 
Um detergente de alto desempenho “inteligente”, desenvolvido por Abílio Sobral, investigador da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), venceu um concurso de ideias mundial promovido pela Innocentive – agência de inovação mundial.

De um modo simples, o investigador desenvolveu uma fórmula com agentes coordenantes para remover metais, alcançando “um material com propriedades de detergente que consegue diferenciar temperaturas para agir em metais diferentes em soluções aquosas. Por exemplo, a uma temperatura de 25 graus centígrados (ºC), o detergente remove um metal e a uma temperatura de 80º C remove outro completamente distinto. Assim, uma mesma molécula resolve vários problemas”, explica Abílio Sobral.

Esta é uma solução científica inovadora para gerar um composto orgânico de alto desempenho “inteligente” capaz de, mediante a temperatura, remover resíduos (nomeadamente metais pesados) completamente diferentes. A proposta do investigador e professor da FCTUC foi contemplada com um Innocentive Award, no valor de 20 mil dólares (perto de 15.300 euros), ao vencer o concurso de ideias lançado pela Organização Americana Innocentive a mais de 70 mil cientistas de todo mundo.

A proposta foi eleita a melhor solução a nível mundial, para um problema tecnológico, e baseia-se no uso de macrociclos do tipo da clorofila na coordenação de metais em soluções de detergentes de alto desempenho (Mn2+ Chelation).

A Innocentive é uma organização mundial de inovação dirigida para a resolução de problemas tecnológicos e humanitários nas áreas da Química, Física, Biologia, Saúde e diversas Engenharias. Tem ainda parcerias com as mais prestigiadas instituições e empresas do mundo – mais de três dezenas dessas são eleitas pela Fortune – como, por exemplo, a NASA, a Nature e a Rockefeller Foundation.

No grupo restrito

O prémio agora conseguido vem no seguimento de dois outros Innocentive Award, levando a que Abílio Sobral passe a integrar o restrito grupo mundial de «Top Solvers da Innocentive». O primeiro galardão foi conseguido em 2006, pelo desenvolvimento de novos materiais de revestimento com moléculas orgânicas coordenantes, e o segundo em 2009, pelo desenvolvimento duma nova metodologia de aproveitamento dos resíduos de madeira para a produção de materiais de utilidade industrial do tipo fenólico.

“É muito gratificante encontrar soluções para problemas colocados pelas mais importantes empresas do mundo, porque significa que a ciência está a contribuir para a resolução dos mais complexos desafios actuais. As empresas colocam problemas que as suas equipas de investigação e desenvolvimento (I&D) não conseguem solucionar”, concluiu.

Fonte: Ciência Hoje
23-09-2010
 
Inserido em 23-09-2010
Temas relacionados <Geral