Navegação Página InicialNotícias (Histórico)Primeiro-Ministro...   Quinta-feira, 24 de Abril de 2014 Português English
 
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora  
  Formação   Geral   Incentivos   Incubadora   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Primeiro-Ministro visitou a Incubadora do IPN e louvou a inovação feita em Coimbra
 
O primeiro-ministro considerou, hoje, que a Incubadora de Empresas do Instituto Pedro Nunes (IPN) "é um grande emblema de Coimbra e um produto que deve orgulhar os que gostam e amam a cidade".
José Sócrates falava na visita realizada ao IPN, que venceu recentemente o concurso mundial de melhor Incubadora de base científica, no dia em que foi conhecido que Portugal passou a liderar o grupo de países europeus moderadamente inovadores, sendo o primeiro na taxa de crescimento, com 8,5 vezes a média europeia.

?Não nos escapou o excelente trabalho que aqui estão a fazer, no IPN, que honra Coimbra e a sua Universidade?, referiu o primeiro-ministro, considerando ser desta forma que ?se constrói uma economia moderna, com espírito de abertura e vontade de vencer?.
Em 15 anos, o IPN já apoiou a criação e o desenvolvimento de mais de 150 empresas de base tecnológica, com uma taxa de sobrevivência das empresas incubadas superior a 80 por cento, um volume de negócios agregado (em 2009) superior a 70 milhões de euros e a criação de mais de 1 500 postos de trabalho directos, muito qualificados.
O IPN demonstra um ?dinamismo trepidante?, declarou José Sócrates, recordando que ?foram suplantados os objectivos traçados há dois anos e meio?, quando inaugurou o novo edifício da Incubadora, para agora afirmar que ?o Estado quer partilhar o desafio da construção de uma aceleradora de empresas?, que deverá começar a ser edificada em breve.
Para Teresa Mendes, directora do IPN, o prémio alcançado pela Incubadora é o resultado ?do trabalho, do saber e do engenho?, sublinhando que Coimbra apresenta ?uma capacidade de inovação cinco vezes superior à média nacional?.
Enquanto o reitor Seabra Santos acentuou que a Universidade de Coimbra multiplicou por 17 o número de doutoramentos, na última década, o secretário de Estado da Economia e da Inovação, Carlos Zorrinho, destacou a 15.ª posição que Portugal passou a ocupar no ranking europeu de inovação, quando em 2005 estava no 25.º lugar, entre 27 países.
Na Incubadora do IPN, José Sócrates visitou três empresas: a Infogene, de investigação na área da saúde, focada no desenvolvimento de novas formas de detectar o cancro através de métodos cómodos e não invasivos; a WSBP, na área da energia vocacionada para projectos não convencionais, com componentes importantes de desenvolvimento próprio e investigação aplicada; e a Feedzai, especializada em soluções para processamento de dados em tempo real em alta escala nas áreas de energia/utilities, banca e telecomunicações.

Fonte: Campeão das Províncias
 
Inserido em 02-02-2011
Temas relacionados <Geral>  <Incubadora>  <Notas de Imprensa