Painel Principal  :  Notícias (Histórico)  :  Cientista portugu...
Notícias - Histórico
 
  Aceleradora  
  Formação   Geral   Incentivos   Incubadora   Notas de Imprensa   Prémios   Transf. Tecnologia e PI  
 
Cientista português recebe prémio internacional por projectos sobre a Antárctica
 
 Biólogo e investigador do Instituto do Mar da Universidade de Coimbra (UC), e do British Antarctic Survey no Reino Unido, José Xavier acaba de ser distinguido com o prestigiado prémio internacional «Martha T. Muse» 2011 para a ciência na Antárctica, no valor de 100 mil dólares.

Doutorado pela Universidade de Cambridge, José Xavier tem realizado investigação notável sobre a dinâmica de predador-presa que sustentam as populações de albatrozes, focas, pinguins e outros grandes predadores no Oceano Antárctico. Um exemplo da sua liderança neste campo é a recente publicação de uma monografia abrangente sobre cefalópodes, uma presa dos maiores predadores, intitulado «Guia de bicos de Cefalópodes para o Oceano Austral», “que vai ser uma grande ajuda para muitos investigadores da Antárctica”, como sublinhou a organização do Prémio Martha T. Muse.
O comité de selecção escolheu José Xavier, pela sua “liderança na criação em Portugal, de um novo programa de pesquisa sobre a Antárctica” durante o Ano Polar Internacional (IPY, 2007-2008) e pelo lançamento de “um programa de grande sucesso educacional”, o «LATITUDE 60!». Organizado pelo Comité Português para o Ano Polar Internacional, o projecto «Latitude60!» teve por objectivo divulgar a ciência polar junto da população portuguesa, particularmente junto dos jovens do ensino básico e secundário.
“É surpreendente e uma verdadeira honra receber tão prestigiado prémio”, afirmou José Xavier, num comunicado divulgado pela Universidade de Coimbra. “ investigador português acrescentou que o galardão “vai reforçar e abrir novas portas para colaborações internacionais”. O cientista realizou diversas expedições científicas na região Antárctica e assumiu posição de destaque no Comité Português para o IV Ano Polar Internacional.
O galardão é concedido pela Fundação Tinker (cujo director fundador foi Martha T. Muse) e distingue investigadores com projectos relacionados com a Antárctica, que possam contribuir para uma melhoria sustentada e significativa do conhecimento e da preservação daquele continente. O prémio, no valor de 100 mil dólares, é inspirado na paixão de Martha T. Muse pela Antárctida e pretende ser um legado do Ano Polar Internacional 2007-2008. A cerimónia de entrega do prémio será realizada na Conferência Mundial sobre biodiversidade marinha, a decorrer em Aberdeen, Escócia, de 26 a 30 de Setembro.

Fonte: Mundo Português, edição on-line de 02-08-2011
 
Inserido em 02-08-2011
Temas relacionados <Geral>  <Notas de Imprensa